Consumidor

JUSTIÇA GARANTE INDENIZAÇÃO PELO GOLPE DO WHATSAPP

Justiça manda indenizar vítima de golpe de whatsapp

Em recente decisão, a Juíza do Quarto Juizado Especial Cível de Brasília condenou o Facebook a pagar indenização a vítimas do chamado “golpe do whatsapp“.

Entenda o golpe

O golpe do whatsapp, como é conhecido, é praticado por criminosos que enrolam a vítima com inúmeros argumentos. Com isso, conseguem obter um código de verificação encaminhado ao celular da vítima.

Assim, ao receberem o código, os criminosos clonam o whatsapp da vítima e passam a entrar em contato com seus amigos e familiares, solicitando dinheiro emprestado.

Por conta disso, conhecidos do titular da conta acabam transferindo esses valores para a conta dos criminosos, imaginando que estavam ajudando a vítima.

Dessa forma, acabam prejudicando a imagem do titular da conta e causando prejuízos financeiros a seus conhecidos. Confira detalhadamente como funciona o golpe e quais as formas de evitá-los nesse link.

É possível recuperar os valores e obter indenização pelo golpe do whatsapp?

Atualmente, percebemos o aumento no número de ações que as vítimas têm movido contra a empresa responsável pelo aplicativo, alegando falha na prestação do serviço.

Foi o que aconteceu com os Autores dos processos que resultaram na condenação do Facebook, responsável pelo whatsapp.

Os Autores ajuizaram ação alegando que um deles teve sua conta clonada, tendo o fraudador se passado por ele e pedido dinheiro para seus contatos.

Entretanto, apesar da vítima ter informado o Facebook que sua conta havia sido fraudada, a empresa demorou 3 (três) dias para bloqueá-la. Nesse ínterim, dois dos contatos da vítima acabaram transferindo os valores de R$ 2.345,00 e R$ 7.770,00 para a conta indicada pelo criminoso.

Ao julgar a ação, o Juiz da causa entendeu que a demora do Facebook em bloquear a conta de Whatsapp resultou em falha na prestação de serviços, agravando a situação e causando os prejuízos materiais aos envolvidos.

Por fim, condenou o Facebook a pagar indenização às vítimas do golpe do whatsapp, pelos valores desembolsados, bem como danos morais.

As partes recorreram da decisão.